Psoríase

Sobre a psoríase

psoriase puva

Psoríase é uma doença crônica, genética, imunomediada e que evolui com o surgimento de placas avermelhadas, elevadas e descamativas na pele.
Ela se caracteriza de modo mais comum pelos seguintes elementos:
– manchas vermelhas com escamas secas, esbranquiçadas ou prateadas
– coceira, queimação e dor
– unhas grossas, sulcadas ou com caroços
Sua causa é desconhecida, mas sabe-se que pode estar relacionada às interações do sistema imunológico com o meio ambiente e à suscetibilidade genética.
Sabemos hoje que várias outras condições médicas são mais comuns em pacientes com psoríase, destacando-se o acometimento das articulações (artrite psoriásica).
Há maior risco ainda de hipertensão arterial, diabetes mellitus e síndrome metabólica.
Pode surgir em qualquer faixa etária, sendo mais comum o aparecimento entre os 15 e 35 anos de idade.  Cerca de 10 a 15 por cento das pessoas com psoríase podem obtê-la antes dos 10 anos de idade.  Acomete ambos os sexos.

Em qual parte do corpo a psoríase pode surgir ?

A psoríase pode acometer qualquer área da pele, porém as áreas mais comumente afetadas são os joelhos, cotovelos, couro cabeludo e as unhas.
A pele em cada um desses locais é diferente e requer um tipo diferente de tratamento.
Existem tipos especiais de psoríase que se manifestam desde lesões em pequenas áreas como dobras ( psoríase invertida) até o acometimento de toda a pele, como é o caso da psoríase eritrodérmica.
A psoríase também pode acometer as articulações (Artrite psoriática).

Como diagnosticar a psoríase ?

O diagnóstico é feito na maioria das vezes durante uma consulta médica sendo raramente necessário outros exames. Não há formas de prevenir a psoríase, mas pessoas que possuem histórico familiar da doença devem ter atenção redobrada aos possíveis sintomas.  Se você desenvolver uma erupção cutânea com as características citadas acima procure o dermatologista.

Quais os tipos de psoríase ?

Psoríase em Placas:
É a forma mais comum da doença e aparece como manchas vermelhas cobertas com uma escama prateada. Essas manchas ou placas mostram-se mais frequentemente no couro cabeludo, joelhos, cotovelos e costas . Há pacientes que relatam coceira e dor e outros ainda observam rachaduras e sangramento.

psoriase em placa

Psoríase em Placas

Psoríase Gotada
Este é o segundo tipo mais comum de psoríase. Caracterizada por pequenas feridas em forma de gota afetando principalmente o tronco, braços e pernas. A psoríase gotada muitas vezes surge na infância ou na idade adulta jovem (< 30 anos), e pode ser desencadeada por uma infecção bacteriana (estreptococos) de trato respiratório superior.

psoriase gotada

Psoríase Gotada

Psoríase Invertida
Mostra-se com lesões muito vermelhas em dobras do corpo – atrás do joelho, debaixo do braço ou na virilha. Pode parecer lisa e brilhante.

psoriase invertida

Psoríase Invertida

Psoríase Pustulosa
Caracterizada por pústulas (bolhas brancas de pus não infecciosas ) cercadas por pele vermelha . O pus consiste de células brancas do sangue.
Não é uma infecção , nem é contagiosa . Pode ocorrer em qualquer parte do corpo , mas ocorre mais frequentemente nas mãos ou pés.

psoriase pustulosa

Psoríase Pustulosa

Psoríase Ungueal
Faz com que a unha cresça de forma anormal, engrosse e escame, além de perder a cor.

psoriase ungueal

Psoríase Ungueal

Psoríase Eritrodérmica
Acomete todo o corpo com manchas vermelhas que podem coçar ou arder intensamente, levando a manifestações sistêmicas. Pode ter evolução lenta ou eruptiva.
Ela pode ser desencadeada por queimaduras graves, tratamentos com corticosteróide, retirada abrupta de corticosteróides e infecções.

psoriase eritrodermica

Psoríase Eritrodérmica

Artrite Psoriásica
É a inflamação das articulações que surge, em geral, anos após o acometimento da pele. Pode afetar qualquer articulação desde aquelas dos dedos até joelhos, cotovelos e espinha dorsal.
Pode estar associada a qualquer forma clínica da psoríase.

artrite psoriasica3

Artrite Psoriásica

Quais os tratamentos para a Psoríase ?

A forma de tratamento depende da gravidade e como ela impacta a sua qualidade de vida. Procurar um médico especialista e encontrar um tratamento ou tratamentos que reduzem ou eliminam os seus sintomas é fundamental.

Conheça as diferentes opções de tratamento:

» Tratamentos tópicos
são aplicados sobre a pele e são geralmente o primeiro tratamento a ser feito quando diagnosticada a psoríase.

» Fototerapia
envolve a exposição da pele à luz ultravioleta em uma base regular e sob supervisão médica. Tratamentos são feitos em consultório ou em casa quando a pessoa adquire uma unidade de fototerapia.

» Medicações sistêmicas clássicas
medicamentos que são tomados por via oral ou por injeção. São geralmente utilizados para os indivíduos com psoríase moderada a grave associados ou não à artrite psoriásica.

» Medicamentos biológicos
indicados para psoríase moderada a grave associados ou não à artrite psoriásica. Em geral são prescritos quando não houve resposta aos tratamentos citados anteriormente.
Eles são administrados por injeção subcutânea ou infusão intravenosa .

» Novos tratamentos orais
Ao contrário de agentes biológicos, que são derivados a partir de fontes vivos e têm de ser administrados através de injeção ou infusão, estes tratamentos podem ser entregues na forma de comprimidos tomados por via oral.
Fontes:

https://www.psoriasis.org/about-psoriasis
http://www.sbd.org.br/doencas/psoriase/